segunda-feira, 18 de julho de 2022

Boa, perfeita e agradável! Assim é a vontade de Deus!!



Para aqueles que não souberam, meses atrás, a nossa Helena ficou internada no Hospital!! 

No momento em que a médica disse que ela precisaria ficar internada, meu mundo parecia ter parado! Fiquei com o coração gelado, não sentia meu corpo, pois só quem já viveu isso, sabe o que é esta sensação!! 

Tive muito medo!! Me ajoelhei diante daqueles bancos, e pedi para Deus ter misericórdia de nós, para cuidar da minha bebê, porque ela é nosso mundo! Minha Carol a ama muito!!

Minha Helena estava como qualquer criança, brincando normalmente, sorrindo e tudo bem!

Pela manhã quando ela acordou, vi que tinha uma mordidinha no rostinho dela, parecida com uma picada de mosquito…

Quando foi a tarde, após o banho, vi que a Helena estava muito irritada com muita coceira e algumas bolinhas no rosto! Logo corri e dei um antialérgico para ela, e parecia ter melhorado…

Pela madrugada, percebemos que tinha aumentado as manchas…corremos para Curitiba!! Ela foi consultada, medicada e retornamos à Paranaguá!

No dia seguinte, pela tarde, percebemos que sua alergia aumentou, e novamente, retornamos à Curitiba.

Quando chegamos ao hospital, minha neném nem passou pela triagem devido ao grau severo de alergia, indo direto para consulta com a médica, que logo de cara, me disse que teria que interna-lá. Meu mundo caiu!

Percebi que os olhos da médica lacrimejaram quando ela veio dizer que precisaria interná-la…

Nunca pensei em toda minha vida em ouvir que minha filha precisaria tomar injeção de adrenalina, pois o grau de alergia era muito grande naquele momento… meu coração mais uma vez, quase saiu pela boca! E mesmo com duas injeções de adrenalina seu quadro só piorava…

Ficamos quase um dia à espera de um quarto, em uma salinha, até que fizessem os primeiros exames e descobrissem o motivo da alergia…

Não era permitido ficar mais de uma pessoa nesta salinha, mas mesmo assim meu marido dava um jeito de ficar lá, chegando a dormir sentado no chão, só para ficar ao nosso lado…aliás, não sei o que seria de mim, se ele não estivesse por perto…em suportar tudo isso…

Só eu, meu marido e Deus sabemos o quanto foi sofrido foi para nossa Helena e para nós também… eu e ele tentando ser fortes, mas por dentro, estávamos destruídos..

Depois dela passar por 4 médicos pediatras, a quinta médica, que era infectologista, assumiu o caso, devido ao grau de alergia da minha bebê…

Logo de cara, disse que teria que realizar novos exames de sangue, pois nos primeiros, não acusou nada! Mais uma vez, meu coração quase saiu pela boca!

Como se não bastasse o sofrimento dela de já estar recebendo a medicação via acesso na mãozinha, ainda viria mais coleta de sangue…

Quando as enfermeiras chegaram para coleta com mais de 10 ampolas, meu coração disparou novamente… eu saí da sala e meu marido foi acompanhar a coleta…Fiquei ao lado de fora chorando, escutando os choros da minha Helena…foram minutos que pareciam ser horas, e que nunca passavam…

Meu marido relata que ao segurar ela para fazer os exames, a impressão que ele tinha quando Helena olhava para ele, chorando e se esperneando era que ela dizia: “ pai, me tira daqui”…

Em praticamente, todos os exames, era o meu marido que ia acompanhar, pois confesso que não aguentaria ver tudo isso… 

Continuávamos neste salinha, por mais de 1 dia, aguardando a liberação de um quarto, e de repente, uma das enfermeiras me disse: temos um quarto que foi liberado, mas é uma suíte…o seu plano de saúde não comporta suíte..vc concorda em ficar nesta suíte temporariamente enquanto não chegue alguém para ocupá-la? Eu disse sim! 

Nosso plano comporta apartamento e estavam todos cheios..

E detalhe… ficamos nesta suíte, até recebermos alta! Deus é maravilhoso! 

Foram quatro dias aqui em que vimos muita coisa…estávamos no limite, pois nos dois primeiros dias, praticamente, ficamos sem dormir… um ajudando o outro e pedindo forças para aguentar e suportar o cansaço físico e mental que já nos abatia..Nestes momento é que conhecemos na pele, o verdadeiro significado da palavra "família" em todos os sentidos.


Outro momento desesperador foi quando o acesso saiu da sua mãozinha e o soro continuou correndo… quando vimos sua mãozinha já estava roxa, dura e muito inchada… Ela mal conseguia mexer os dedinhos…Nesta hora chorei, me voltei a Deus e me culpei por não termos percebido…graças a Deus com o passar do tempo sua mãozinha foi voltando ao normal…

Com certeza, esta foi a maior provação que tivemos na vida, pois nada se compara ao que vivenciamos aqui… daríamos tudo para estar no lugar dela…

Os resultados iam saindo aos poucos e nada de descobrir de onde vinha essa alergia tão grande…

Não tem como detalhar todos os momentos de angústia que passamos… teve um momento que as enfermeiras já não conseguiam entrar com a medicação intravenosa na minha bebê devido ao inchaço das mãos e dos pés também…foi quando eu orei mais uma vez, pedindo que a médica liberasse a medicação pela via oral,  para que minha bebê não sofresse mais…

Graças a Deus, a médica liberou, e minha bebê foi reagindo mais e mais…

Com o passar do tempo, com a mesma rapidez que as manchas vermelhas e roxas começaram a aparecer nela, também começarem a desaparecer…os picos de febre foram diminuindo..o inchaço nas mãos e pés desaparecendo…

Minha bebê continuava assustada, só queria ficar em um cantinho no colchão em que dormia…e com o passar do tempo , começou a querer sorrir novamente, começou a comer um pouquinho, e a nossa Helena começou a voltar para nós!

E para nossa felicidade, na segunda, fomos informados pela médica, que provavelmente, teríamos alta na terça-feira… um misto de sentimentos neste momento..:  

O que ela teve, provavelmente, foi decorrente de uma urticária viral…ainda não está bem claro…mas do estado em que ela chegou no hospital e como ela sai daqui, é um verdadeiro milagre ver minha bebê, praticamente, sem mancha alguma…

Agradeço de coração, a minha sogra e sogro, que ficaram e cuidaram tão bem da minha Carol, dando todinho suporte necessário para que pudéssemos enfrentar de cabeça este momento tão difícil em nossas vidas!

Agradeço cada irmão, tia, enfim…familiares e amigos, que em pensamento, estiveram conosco, por todo esse tempo que estivemos no hospital..

Agradeço a cada médico, cada enfermeira, cada pessoa que cruzou nosso caminhos, e que nos ajudou de alguma forma… 

E finalmente agradeço a Deus, pois ele é digno de honra e toda glória!


Um dia antes de sairmos daqui, meu marido ainda recebeu uma ligação por engano de uma colega de trabalho… eles não se falavam há meses pois eles estão em setores diferente agora… e na conversa, ela mencionou que um de seus filhos também havia tido um quadro alérgico grave e os dois começaram a conversar sobre isso…coincidência ou Deus agindo mais uma vez! 

E de quebra, a minha bebê teve alta no mesmo dia da apresentação de jazz da minha filha mais velha. Ela estava tão ansiosa e queria tanto que eu fosse neste apresentação! Deus de detalhes!

Enfim.. impossível descrever em detalhes o que passamos aqui… em ver outras histórias de famílias acontecendo tudo bem ao nosso lado! Saúde é tudo! Ver nossos filhos brincando e sorrindo é a coisa mais importante!!

Saímos fortalecidos daqui e com a certeza de que existe um Deus grande, e quão somos tão pequenos e dependentes dele! Apesar de todo desespero, sempre tivemos a certeza que ele estava cuidando da nossa princesa!

Gratidão a todos pelo carinho e principalmente pelas correntes de oração!!

Obrigada Jesus!! 
Não me canso de agradecer ao meu Jesus, como é bom ser fiel a Deus!!


                       Tiaras Infantis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário ou sua sugestão. Sua opinião é muito importante para nós.